Central de Atendimento: 0800 001 1313 (48) 2132-2699

Blog

VOCÊ SABIA QUE A INFLAMAÇÃO PODE LEVAR AO DESENVOLVIMENTO DE DOENÇAS?

Publicação 16 de julho de 2020.


A inflamação pode ser amplamente definida como uma resposta normal e protetora do organismo frente a um estímulo causado pela invasão de patógenos ou por sinais endógenos, como células lesadas, resultando na eliminação da causa inicial e no reparo tecidual.1

Historicamente estudado, o processo inflamatório pode ser caracterizado pelos chamados sinais cardinais clássicos, presentes em menor ou maior intensidade de acordo com a lesão ou infecção, incluindo2:

 



Possivelmente, se você já foi picado por uma abelha ou torceu o tornozelo, pode ter observados alguns ou todos estes sinais. Essa resposta inflamatória, que envolve complexos processos moleculares, imunológicos e fisiológicos simultâneos, ajuda a criar um ambiente no qual o sistema imunológico possa eliminar rapidamente os agentes danosos e remover os componentes teciduais danificados. Em circunstâncias normais, esse processo é autolimitado, com duração de algumas horas ou dias, sendo denominada inflamação aguda.  

No entanto, quando as respostas inflamatórias se tornam excessivas em magnitude ou duração, o papel normalmente protetor atribuído à inflamação pode se tornar prejudicial comprometendo o funcionamento adequado do organismo. Uma falha na resolução da resposta inflamatória aguda, por exemplo, pode levar à
inflamação crônica, resultando em dano tecidual contínuo e, eventualmente, em outras doenças inflamatórias crônicas.
1,3,4 



Inflamação aguda versus Inflamanção crônica.


Um número crescente de evidências tem sugerido a associação entre a inflamação crônica de baixo grau e o desenvolvimento e progressão de diferentes patologias, incluindo diabetes, síndrome metabólica, doenças cardiovasculares, câncer, doenças autoimunes, doenças neurodegenerativas, entre outras. No entanto, os mecanismos subjacentes à regulação inflamatória nestas condições não foram totalmente elucidados e permanecem sendo objeto de estudo. Até o momento, tem sido demonstrado que a exposição frequente a fatores inflamatórios pode contribuir para a cronificação do processo inflamatório.5–7


Fatores que podem contribuem para a inflamação crônica e patologias associadas.

 

Atualmente estamos constantemente expostos a substâncias com caráter pró-inflamatório. Dentre os contaminantes ambientais que podem desencadear reações inflamatórias, estão os poluentes ambientais de carros e indústrias, migrantes de embalagens presentes em recipientes plásticos, de alumínio, ferro, entre outros, além de contaminantes presentes em produtos de uso doméstico, incluindo produtos de limpeza, produtos de higiene e cuidados pessoais (tinta de cabelo, esmalte), entre outros. 

Muitos alimentos já foram identificados como pró-inflamatórios, pois são capazes de desencadear resposta inflamatória no organismo, induzindo a secreção de mediadores inflamatórios, como açúcares refinados, gorduras hidrogenadas, proteínas alergênicas mal digeridas, produtos industrializados ricos em aditivos químicos, agrotóxicos alimentares e outros.  Por outro lado, diversos alimentos são ricos em compostos anti-inflamatórios -  como carotenóides, ácidos fenólicos e flavonoides – e podem limitar o processo inflamatório e melhorar a saúde como um todo. Para tanto é fundamental que se busque adotar hábitos de vida saudáveis, incluindo boas  escolhas alimentares, atividade física regular e noites de sono adequadas. 8

 


Escolhas alimentares que auxiliam a reduzir o processo inflamatório.


SelectSIEVE® Apple PCQ é um extrato obtido a partir do suco de maçã (Malus domestica Borkh.) padronizado em altas concentrações de polifenóis totais. Os efeitos benéficos da suplementação com SelectSIEVE® Apple PCQ estão relacionados as propriedades antioxidante, anti-inflamatória, hipoglicemiante e cardioprotetora atribuídas aos principais compostos polifenólicos encontrados nesse extrato, como phloridzina, acido clorogênico e quercetina. Os componentes presentes em SelectSIEVE® Apple PCQ modulam a absorção e o metabolismo da glicose no organismo, os mediadores que influenciam positivamente a reatividade endotelial, síntese de acido úrico e a oxidação de lipídios, prevenindo dessa forma, o desenvolvimento de quadros de hiperglicemia e disfunção cardiovascular.

Gostou? Fale com o seu profissional de saúde e procure uma farmácia de manipulação de sua confiança!


Prescritores e farmacêuticos que desejarem obter mais informações sobre os nossos insumos, assim como as literaturas consultadas, podem entrar em contato com o nosso SAC através do email sac@activepharmaceutica.com.br ou pelo 0800 001 1313.


Siga-nos nas redes sociais e mantenha-se atualizado sobre nossos produtos!

Instagram: @activephamaceutica
Facebook: /activepharmaceutica
LinkedIn: /activepharmaceutica



Será um prazer atendê-los!

 

Confira mais