Active Pharmaceutica

0

Blog

Os segredos da longevidade

Publicado em 20 de maio de 2022

Um antigo provérbio chinês diz que o segredo para a longevidade é “comer a metade, andar o dobro e rir o triplo”. Mas será que é isso mesmo?

Segredos da longevidade segundo provérbio chinês. Adaptado de www.shutterstock.com, 2022.

Comer a metade

Uma alimentação saudável, com uma ingestão equilibrada de nutrientes, é parte essencial da preparação para uma terceira idade com qualidade de vida. Uma dieta adequada contribui para um melhor gerenciamento do peso dentro da faixa considerada adequada para cada pessoa. Isso por si só já é capaz de reduzir fatores de risco para várias doenças, como as cardiovasculares e a diabetes.

Mas será que o ideal é comer a metade do que comemos? Bem, isso vai ser altamente variável dependendo do quanto você costuma comer e de qual a necessidade energética do seu corpo. No entanto, uma observação bastante interessante é a de que animais de várias espécies têm um aumento de longevidade quando passam por restrição alimentar. Em seres humanos, já foi demonstrado que uma redução de 15% no consumo calórico diário é capaz de retardar o processo metabólico, tornando-o mais eficiente em reduzir o estresse oxidativo. É provável que estes mecanismos estejam envolvidos no aumento de longevidade que acompanha esse tipo de dieta. 1

No entanto, é preciso atenção. Cortar demais o aporte nutricional pode levar a um estado de subnutrição ou desnutrição. Isso pode ser especialmente ruim para os idosos, uma vez que há uma tendência a perda de massa muscular decorrente do avanço da idade. Uma ingestão insuficiente de nutrientes pode não só agravar esse quadro, mas também gerar outros efeitos negativos, como a redução na imunidade.

Ainda, tratando-se de dieta, é sempre bom manter em mente que a qualidade é o mais importante. Isso porque não adianta ingerir a quantidade adequada de calorias, se a fonte for pobre em nutrientes. O mais correto é distribuir em proporções adequadas de carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais. Para isso, um bom nutricionista pode ser essencial no estabelecimento da dieta ideal para você (se você quiser ler um pouco mais sobre isso, clique aqui).

Muito além de suprir apenas necessidades nutricionais, a dieta pode ser uma fonte de compostos bioativos com potencial terapêutico, que podem auxiliar a atenuar alguns dos efeitos negativos do envelhecimento. Para ilustrar, podemos pensar na produção de radicais livres, que aumenta naturalmente com o avanço da idade. Alimentos ricos em antioxidantes, como resveratrol, betacaroteno, licopeno, entre tantos outros, podem contribuir para um envelhecimento muito mais saudável. Nesse ponto, a suplementação pode ser uma opção bastante valiosa, pois pode complementar a dieta com nutrientes e nutracêuticos (que são compostos bioativos isolados de fontes alimentares) em quantidades próximas às ideais.

O melhor caminho para uma terceira idade saudável é através do estilo de vida. Adaptado de www.shutterstock.com, 2022.

Andar o dobro

Já está mais do que comprovado que a atividade física contribui de maneira muito positiva para a longevidade e para a qualidade de vida em idades mais avançadas. Em relação a quantidade que deveríamos andar por dia para aumentar a longevidade, pesquisas demonstram que o ideal seria algo entre 7.500 e 8.000 passos ao dia. Se você quiser ler mais sobre os benefícios do exercício físico na terceira idade, aproveite para conferir a nossa publicação dedicada a esse tema. 2

Rir o triplo

Outro ponto muito importante no contexto da longevidade é uma vida socialmente ativa. Conviver com outras pessoas da família ou da comunidade pode ser essencial para manter a saúde mental na terceira idade. Cercar-se de pessoas queridas contribui para manejar melhor o estresse e encarar de maneira mais otimista os desafios cotidianos. Além disso, participar ativamente de uma comunidade pode reforçar o seu sentido de propósito. Isso tudo reduz a taxa de mortalidade, pelas mais diferentes causas. 3

Outros hábitos

Bem, não teria como fecharmos o assunto de estilo de vida para longevidade sem falar do impacto de alguns outros hábitos. Não fumar é o primeiro deles, pois já é amplamente difundido que o tabagismo pode trazer diversos prejuízos à saúde. Nessa linha, controlar o consumo de bebidas alcoólicas também pode ser muito importante pelo mesmo motivo. E além de todos esses, pode ser que para você a chave de um estilo de vida saudável esteja em manter um hábito diferente, mas que te faz bem – como um hobby, por exemplo.

Hábitos saudáveis que favorecem a longevidade. Adaptado de www.shutterstock.com, 2022.

O grande segredo da longevidade está na manutenção de um estilo de vida saudável! E, como comentamos hoje, isso vai muito além do exercício físico. Se você não começou a priorizar sua saúde ainda, comece logo que possível. Nunca é tarde para começar, mas quanto antes melhor, não é mesmo?

 

As informações fornecidas neste blog destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para a orientação de um profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. As informações aqui apresentadas não têm o objetivo de diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença.

Prescritores e farmacêuticos que desejarem obter mais informações sobre os nossos insumos podem entrar em contato com o nosso SAC por meio do e-mail sac@activepharmaceutica.com.br ou pelo 0800 001 1313.

Será um prazer atendê-los!

Gostou do conteúdo?

 Siga nosso Instagram e acompanhe outros assuntos: @activepharmaceutica