Active Pharmaceutica

0

Blog

Medicina Ortomolecular: você sabe o que é e quais os seus benefícios?

Publicado em 23 de novembro de 2021.

A Medicina Ortomolecular é parte da fundamentação da medicina integrativa ou alternativa – prática terapêutica que aborda de forma integral e completa o processo de cura do indivíduo, envolvendo mente, corpo e espírito. O termo “ortomolecular” deriva do inglês “orthomolecular” e foi criado pelo laureado com o prêmio Nobel Linus Pauling, em 1968, a partir da combinação da palavra grega “ortho” (que significa correto ou certo) com a palavra em inglês “molecule” (molécula, no português). Assim, ortomolecular significa, literalmente, molécula correta. A prática da Medicina Ortomolecular, por sua vez, consiste na suplementação em quantidades adequadas de compostos específicos, que tem por objetivo restaurar o ambiente fisiológico e saudável do organismo ao corrigir desequilíbrios moleculares existentes. Além de uma abordagem terapêutica, a medicina ortomolecular visa manter a saúde e o bem-estar do organismo como um todo, prevenindo a manifestação de doenças e de outras condições clínicas. Mas você sabe como a Medicina Ortomolecular funciona? 1

Medicina Ortomolecular: como funciona?

Como citado anteriormente, a Medicina Ortomolecular visa restaurar e manter o equilíbrio dos processos fisiológicos do organismo através da ingestão de nutrientes específicos, que pode ser realizado principalmente a partir de duas abordagens: 1

  • A primeira consiste em uma reeducação alimentar, evitando alimentos industrializados e dando preferência para o consumo de alimentos naturais e que contribuam para a promoção da saúde do organismo;
  • A segunda envolve a suplementação em doses adequadas de substâncias consideradas naturais ao organismo humano, ou seja, substâncias que estão presentes fisiologicamente no nosso corpo, como vitaminas, aminoácidos e sais minerais.

Tanto a reeducação alimentar quanto a suplementação nutricional são realizadas de forma personalizada, avaliando as necessidades individuais de cada paciente por meio da avaliação de aspectos clínicos e de parâmetros bioquímicos do indivíduo. O tratamento ortomolecular consiste na ingestão de substâncias essenciais que favorecem a recuperação natural do organismo, reduzindo processos associados ao desenvolvimento de doenças como, principalmente, o estresse oxidativo.

Principais abordagens utilizadas na prática ortomolecular. Adaptado de www.shutterstock.com, 2021.

 

O estresse oxidativo e a prática ortomolecular

Espécies reativas de oxigênio (ROS) e outros radicais livres são produzidos constantemente no organismo humano, visto que diversos processos essenciais para a nossa sobrevivência resultam na geração destes componentes, tais como a respiração celular e o metabolismo mitocondrial. As principais formas de espécies reativas incluem o ânion superóxido, o peróxido de hidrogênio, o radical hidroxila, o óxido nítrico (NO) e o peroxinitrito. No entanto, o acúmulo desses radicais pode provocar danos irreversíveis ao organismo humano, visto que favorece o aumento da peroxidação lipídica e da inflamação, além da oxidação do DNA – efeito que pode acarretar em alterações da expressão de genes e proteínas importantes, bem como em mutações genéticas relacionadas à carcinogênese. 2

O acúmulo de ROS e de outros radicais livres resulta da instalação do estresse oxidativo – processo em que ocorre o desequilíbrio entre a produção de espécies reativas e sua remoção (ou neutralização) através de sistemas antioxidantes. Diversos estudos têm demonstrado a associação do estresse oxidativo com o envelhecimento e a longevidade do ser humano, relacionando o acúmulo de radicais livres com o desenvolvimento ou progressão de inúmeras condições clínicas – incluindo doenças neurodegenerativas (como demência e doença de Alzheimer) e o câncer – que exercem um impacto negativo sobre a qualidade e expectativa de vida do indivíduo. 2–4

Por utilizar diversos suplementos com atividade antioxidante, a Medicina Ortomolecular tem sido investigada como uma abordagem para combater o estresse oxidativo e prevenir o desenvolvimento de doenças através da melhora das defesas antioxidantes naturais do organismo, contribuindo para a qualidade de vida e longevidade do indivíduo praticante dessa terapêutica. Dentre os diferentes nutrientes utilizados na Medicina Ortomolecular destacam-se a vitamina C, a vitamina E, as vitaminas do complexo B, o betacaroteno (ou pró vitamina A), a quercetina e a coenzima Q10. Além de auxiliar na prevenção de doenças associadas ao envelhecimento do organismo, a Medicina Ortomolecular tem sido investigada, ainda, para o tratamento adjuvante de condições agudas e crônicas como, por exemplo, obesidade e doenças cardiovasculares, infecções virais, distúrbios psiquiátricos (esquizofrenia, depressão, bipolaridade, entre outros) e diferentes tipos de câncer. 5

Condições clínicas associadas ao envelhecimento e os benefícios da Medicina Ortomolecular. Adaptado de www.shutterstock.com, 2021.

 

É importante ressaltar que o Conselho Federal de Medicina regulamenta a prática ortomolecular através da resolução 2.004/12, que define os tipos de tratamento permitidos à Medicina Ortomolecular (como a correção nutricional e de hábitos de vida), bem como os procedimentos envolvendo a reposição medicamentosa das deficiências de nutrientes, a remoção de minerais (quando em excesso), agrotóxicos e pesticidas e os princípios que orientam a remoção dos mesmos. Ainda, a resolução veda a prática de métodos destituídos de comprovação científica e a suplementação de megadoses de vitaminas, proteínas, sais minerais e lipídeos. 6,7

Para acessar a resolução completa, clique no link.

 

As informações fornecidas neste blog destinam-se ao conhecimento geral e não devem ser um substituto para a orientação de um profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. As informações aqui apresentadas não têm o objetivo de diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença.

Prescritores e farmacêuticos que desejarem obter mais informações sobre os nossos insumos podem entrar em contato com o nosso SAC por meio do e-mail sac@activepharmaceutica.com.br ou pelo 0800 001 1313.

Será um prazer atendê-los!

Gostou do conteúdo?

https://www.activepharmaceutica.com.br/images/496095183.png

 Siga nosso Instagram e acompanhe outros assuntos: @activepharmaceutica

 

Confira mais